Cantor de funk relata momentos de terror em abordagem policial e pede justiça: Confira o Vídeo

O cantor de funk MC Paiva foi detido em uma abordagem policial na noite de terça-feira (7) em São José dos Campos, cidade do interior de São Paulo. O funkeiro, que é conhecido por suas músicas animadas e dançantes, se manifestou pela primeira vez sobre o caso pelas redes sociais e acusou os policiais de truculência e uso de força excessiva.

O incidente

De acordo com relatos, MC Paiva foi detido em um cruzamento na Zona Sul da cidade após ter sido parado pela Polícia Militar. Um vídeo publicado pela produtora do artista mostra o momento da abordagem, em que dois policiais estão em cima do cantor enquanto tentam detê-lo.

Na transmissão ao vivo pela web, MC Paiva deu sua versão sobre o caso. Segundo ele, seu carro Porsche tem um escapamento esportivo e, por conta disso, ao tirar o pé do freio e pisar no acelerador, o barulho forte chamou a atenção da viatura da Polícia Militar, que jogou o carro do cantor para cima. MC Paiva disse que não quis bater na viatura nem tentar dar fuga, e assim que bateu na viatura colocou a mão na cabeça e falou “Meu Deus do céu!”. Ele afirma que, em seguida, os policiais desceram apontando a arma para ele, mas que ele disse que não precisava disso e, em segundos, tomou uma rasteira.

Acusações

MC Paiva acusa os policiais envolvidos na abordagem de truculência e reforça que não estava embriagado, o que já foi comprovado pela Polícia Civil. Antes, no boletim de ocorrência, policiais militares disseram que o artista havia admitido ter ingerido bebida alcoólica.

“O que aconteceu comigo foi covardia, estou abalado. Me colocaram dentro do camburão, me levaram para o IML pra ver se estava alcoolizado, se estava drogado e viram que não tinha nada”, disse Paiva.

A Polícia Militar informou que a abordagem foi feita após os policiais perceberem que o veículo estava transitando sem placas no Jardim Morumbi. Em nota, a PM afirma que a viatura se posicionou de forma a evitar uma colisão e foi atingida pelo carro de Paiva. “O condutor ao perceber a presença dos policiais, tentou arrancar de forma brusca, avançando o sinal vermelho, além de abalroar seu veículo contra a viatura policial”, afirma nota.

O que diz a PM

A PM cita que houve resistência e que o MC “proferiu xingamentos contra os policiais”. No boletim de ocorrência, foi registrado que os policiais falaram para Paiva colocar as mãos acima da cabeça a fim de ser realizada a revista pessoal, porém o artista resistiu à abordagem, “fazendo com que os policiais precisassem usar força moderada para contê-lo”.

A corporação não falou a respeito da acusação do cantor estar embriagado, o que foi descartado pela Polícia Civil. Em nota a PM informou ainda que a ação foi registrada pelas câmeras acopladas nas fardas dos policiais. Foi registrado um termo circunstanciado por desacato no 3° Distrito Policial de São José dos Campos. O artista foi liberado durante a madrugada desta terça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll to Top